Dicas de dermato: corretivos coloridos

estola-talia

Você acordou com uma espinha vermelha, esbarrou na porta e apresenta aquele roxinho ou ainda, dormiu mal por estar ansiosa para a grande festa e apresenta piora daquela olheira.

Porém, não deu tempo de procurar sua dermatologista para saber qual o seu melhor tratamento? Saiba que nesses momentos de “urgência”, os corretivos coloridos podem ser ótimos aliados.

Eles ajudam a cobrir as imperfeições da pele como manchas, acnes e hematomas surgidos após trauma ou até mesmo após aquele procedimentos dermatológico que você fez para ficar mais linda ainda. Como o botox, preenchedor, entre outros.

Mas lembre-se: sempre ao experimentar um produto novo, testá-lo em uma pequena área da pele para avaliar um eventual potencial irritativo e mantenha os cuidados básicos da pele como hidratação e uso de um bom filtro protetor solar de preferência na opção com cor!

A técnica de utilização de corretivos coloridos ocorre pela neutralização das cores ou seja, usar uma cor oposta a da imperfeição, dando uma aparência neutra ao local, mesclando a imperfeição.

O mais importante é saber escolher a cor certa de acordo com o “círculo cromático”. Para facilitar, aqui vão algumas indicações de cores de corretivo que você pode usar baseando-se no seu “problema de pele”:

Corretivo Verde:

Neutraliza manchas avermelhadas, aquelas de “espinhas”, cicatrizes recentes, estrias e “vasinhos” ou “varizes.

Corretivo Amarelo:

Neutraliza manchas de hematomas (manchas roxas) e de olheiras muito escuras, principalmente as olheiras “melânicas”( olheiras acastanhadas) causadas pelo acúmulo de um pigmento que dá cor à pele ( melanina) por interferência à exposição solar ou por fatores hormonais.

Corretivo Laranja:

Neutraliza imperfeições de tons azulados como a fase final de um hematoma e tons arroxeados como de olheiras que são causadas por excesso de vascularização( ” vasinhos”) na pálpebra o que acarreta acúmulo de hemoglobina e seus metabólitos na pele originando essa cor.

Corretivo Coral ou Salmão:

Neutraliza olheiras azuladas , as chamadas olheiras “vasculares ” por comprometimento da circulação sanguínea local, predisposta por estresse e cansaço É a mais comum.

Corretivo Lilás:

Neutraliza olheiras muito profundas , as de tom amarronzado (“olheira constitucional”, por genética ) , as sardas , as imperfeições amareladas ou alaranjadas e as manchas de sol.

Corretivo Vermelho:

Neutraliza manchas esverdeadas. Indicado também para quem sofre de uma doença de pele chamada vitiligo originada pela falta do pigmento que dá cor a pele deixando-a então a crômica (sem cor) .

Se você tem dúvida de qual tipo de olheira possui e qual melhor tratamento para seu “problema de pele” procure seu dermatologista para ajuda- lá.

Use os corretivos nos momentos em que precisar dar aquela “escondida” nas imperfeições porém não se esqueça também de caprichar no look e no restante da make para que fique mais ainda um verdadeiro arraso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Quando a noiva não tem pai quem entra com ela? Vestido para mãe da noiva: qual a cor ideal? Vestido de noiva: comprado, alugado ou sob medida? Vestido para mães dos noivos: um para cada estação Vestido para a mãe da noiva: como deve ser?