Entenda o feio, divertido e lucrativo Met Gala 2019 e seus efeitos

Tão aguardado quanto um tapete vermelho do Oscar, o baile Met Gala já se tornou uma instituição no calendário de moda anual.

A primeira segunda-feira de maio do ano é quando o Costume Institute, a divisão de moda do Metropolitan Museum, inaugura sua exposição anual, com direito a uma festa e show exclusivíssimos no museu de Nova York.

E a cada ano, a festa (e o dress code) seguem o tema da mostra, abrindo uma infinita possibilidade de caminhos fashion para o seleto grupo de convidados explorar. São vestidos de festa longos e trajes a rigor ou black tie.

Roupas usadas pelos influenciadores no baile do Met Gala 2019 A extravagância das alegorias fashions do met gala 2019

O tema deste ano, deixou o público um pouco em dúvida. A exposição de 2019 celebra o ensaio de 1964 de Susan Sontag, “Notes on Camp”,  uma peça que define um conceito estético bem complicado de se definir: o camp. Para entender a ideia, comecemos com a definição mais acadêmica.

O que é Camp?

Um conceito estético, uma prática social ou sensibilidade, o camp é tudo aquilo que atrai o olhar pelo que é considerado de mau-gosto ou que tenha uma provocação irônica pela inadequação. Nas palavras de Sontag, é “amor pelo antinatural: do artifício e do exagero”. A palavra “camp” vem do verbo francês “se camper”, que se traduz em “fazer uma pose exagerada”,  um subproduto da opulência e decadência da corte francesa durante o governo de Luís XIV.

O feio divertido do met gala 2019

O camp é algo tão escandalosamente artificial, afetado, inadequado ou desatualizado a ponto de ser considerado divertido; um estilo ou modo de expressão pessoal ou criativa que é absurdamente explosivo e que frequentemente funde elementos de cultura erudita e popular.

O conceito camp encontra seu sucesso não apenas na aparência exagerada, mas também no esforço investido em se criar essa sensibilidade do absurdo.

Lady gaga puxa fila seguida da irmã kadarshian no show de oportunismo fashion no met gala 2019

O lucrativo negócio da alegoria fashion 

O mundo das celebridade$$$ e dos influenciadores$$$ digitai$$$ adotou de imediato o conceito do baile no met gala 2019 e não poupou esforços em produzir looks que ganharam muitos likes e compartilhamentos globais nas redes sociais nesta ultima segunda feira.

Um único post publicitário postado pelas irmãs Kadarshian pode chegar a ser negociado por 250 mil dólares e no stories 50 mil dólares

Vestidos de festa com transparências usados em cores vivas pelas irmãs kadarshian

Neste ano, o entretenimento fashion digital que pisou no tapete vermelho do met gala, realizou uma proeza pouco antes vista. Apagou a notícia, ou melhor dizendo deixou o algoritmo da noticia do nascimento do filho de Megan e o principe Harry pouco relevante, ou melhor dizendo irrelevante na sua time line.

A lógica e a criatividade da fashion inteligência artificial

Ao primeiro momento estávamos quase acreditando que o mundo da moda voltaria a respirar e ser novamente mais crazy, criativo ou humano, dominado pelo seu lado artístico.

Vestidos de festa no tapete vermelho do baile met gala 2019Mas não se iluda, somente nosso cérebro desempenha funções diferentes em lados esquerdo para a lógica e direito para a criatividade, a atual FASHION INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL movimenta bilhões de dólares. induzindo e influenciando pessoas, totalmente dominadas pela lógica dos negócios.

A história de sustentabilidade fashion foi esquecida meio que só por uma noite ou melhor por insta moment nesta segunda feira, para voltar a encher os pockets e cofres das celebridades e marcas do mundo da moda.

Conheça outras formas de atrair olhares e curtidas com vestidos de festa aqui

O efeito negativo do met gala 2019 

Tamanha a influência digital exercida pelos smartphones e os influenciadores fashion digitais, junto aos aplicativos de redes sociais, faz com que as mensagens de sustentabilidade previamente propagadas: do natural, do anti fake, cruel free, vegano etc etc… foram esquecidas, pelos influenciadores, fazendo assim com que seus seguidores comecem a mudar seu mindset novamente para o precoce comportamento do 8 ou 80…. ou uma noite nada mais!

Vestida para causar, a talentosa cantora ganhadora de Oscar mostrou que quando o assunto é voltar faturar ela não mede esforços

E notória a incapacidade refletir, pensar e agir das pessoas que seguem os influenciadores digitais, os chamados de seguidores , cada vez mais sofrem de depressão, precoce frustração, sintomas de pânico e falta de aceitação.

Atualmente a comum afirmação:

A little party never killed nobody

Hoje com a falta de referências de valores e pilares de sustentação da familia e da educação, a avalanche influência digital exercida, pelos influenciadores, leva cada vez mais jovens seguidores a níveis de stress e dependência química assim como suicido.

Entenda o feio, divertido e lucrativo Met Gala 2019 e seus efeitos no comportamento da atual sociedade | Arthur Caliman #moda #fashion #vestidosdefesta

Lembre-se do atual Mantra digital: tu te tornas eternamente, lembrado mas não responsável pelo aquilo que compartilha, portanto #Fica a dica!  seja a mudança que você gostaria de ver no mundo, pare de seguir perfis que de nada contribuem com valores verdadeiramente valiosos para sua pessoa.

Veja uma pesquisa de moda em Nova York com Arthur Caliman 

Gostou deste post? Deixe seu comentário abaixo

Bjs e abs Arthur Caliman

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

10 casamentos mais caros do Brasil Quando a noiva não tem pai quem entra com ela? Vestido para mãe da noiva: qual a cor ideal? Vestido de noiva: comprado, alugado ou sob medida? Vestido para mães dos noivos: um para cada estação